Copel vai suspender fornecimento de energia na Feira Livre em 15 dias



O fornecimento de energia para os feirantes (de terça e sábado) na avenida Oliveira Motta, em Santo Antônio da Platina, será suspenso pela Copel no dia 27. A medida vai ser adotada porque as instalações estão fora dos padrões e oferecendo risco aos clientes e feirantes. O fiscal de Obras Janderson Figueredo destacou que o feirante que fizer qualquer tipo de ligação clandestina, mais conhecido como “gato”, estará sujeito a sanções. Há meses, o fiscal vem alertando os ambulantes sobre as possíveis mudanças na Feira Livre e frisou que a partir da data estipulada pela Copel, não haverá mais possibilidade de funcionamento no local.

O gerente regional da Companhia de Energia Copel Edison Ferreira Bandeira esclarece que para o órgão o local de funcionamento da Feira Livre é indiferente, porém, a empresa precisa atender as exigências da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que atualmente não permite a venda de energia sem medição. “A feira iniciou na cidade como um teste, liberamos as ligações e foi se prolongando a situação por anos. Antigamente a Aneel nos permitia esse tipo de ligação. E foi na gestão passada que cobrei da prefeitura que meu prazo já estava no limite devido às ligações. Quando Zezão (o prefeito José da Silva Coelho Neto) assumiu, foi a primeira coisa que cobrei, a situação irregular das ligações, e, acordamos um prazo de seis meses para regularização”, detalhou.

O prazo acertado entre Copel e prefeitura vence no próximo domingo, 16, porém, Zezão solicitou mais alguns dias para voltar a negociar com os feirantes. “Nosso cliente é a prefeitura, ela que faz o pagamento da energia utilizada. É preciso uma regularização da situação. A Copel não pode mais fornecer energia nestas condições. Portanto, a prefeitura garantiu que ficará encarregada de fazer a nova instalação padronizada dentro do prazo determinado no local novo de funcionamento da feira. Atualmente as instalações oferecem risco eminente para clientes e feirantes, isso não pode mais se prolongar”, pontuou.

Mudança da Feira Livre

Desde março, a prefeitura de Santo Antônio da Platina vem buscando melhorar a qualidade da Feira Livre e liberar o espaço na área central da cidade, principalmente para permitir o tráfego de veículos no trecho. A equipe ainda sustenta a mudança da Feira Livre e seu destino é o mesmo de onde já foi anteriormente anunciado, há aproximadamente 400 metros do atual local, sendo, parte das barracas em frente a Emater e parte na rua Joaquim Ribeiro Mendes.

Figueredo informou que a prioridade é dar preferência para os produtores de Santo Antônio da Platina, sendo nas terças-feiras exclusivo para os ambulantes da cidade. Mesmo com preferência também aos sábados, a Feira Livre dará oportunidade aos produtores de outros municípios, desde que, estejam devidamente cadastrados e cumpram com o regulamento exigido. “Inicialmente precisamos tirar a feira do local. Já estamos adaptando infraestrutura como iluminação e aluguel de banheiros químicos. Vamos padronizar o tamanho das barracas e fazer com que seja mais justo para todos. Temos produtores de fora com barracas que passam de 10 metros”, explicou.

Nas próximas semanas a prefeitura vai encaminhar à Câmara dos Vereadores o Projeto de Lei que altera e regulamenta o comércio de ambulantes no município.

Foto: Copel deixará de fornecer energia à Feira Livre a partir do dia 27 - Antônio de Picolli

#Geral

Já nos segue nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter e Youtube

Rua Coronel Batista, 595, centro
Jacarezinho-PR - CEP 86400-000

O conteúdo do PortalJNN é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Whatsapp
E-mail

PortalJNN - A informação com ética e credibilidade desde 2007.