Homem é preso por embriaguez ao volante após fugir da PM e capotar o carro


Um homem foi preso pela Polícia Militar por volta das 21 horas deste sábado (16) por embriaguez ao volante, depois que tentou fugir de uma abordagem e capotou seu carro em Jacarezinho. O acusado recusou fazer o teste do “bafômetro”, mas a embriaguez foi constatada pelo médico no Pronto Socorro e pelos policiais, pois apresentava visíveis sinais de embriaguez.

Segundo o relatório do Boletim de Ocorrência (BO), os policiais foram informados por populares que um homem em um Santana Azul teria quase atropelado algumas pessoas próximo do Auto Posto Jacaré II, perto da praça Rui Barbosa e estaria visivelmente embriagado.

Os militares fizeram patrulhamento e avistaram o carro próximo ao INSS na rua Dom Fernando Taddey, onde foi tentado a abordagem, mas o motorista não parou e tentou a fuga por diversas ruas sentido a Vila Setti. Os policiais tentaram ainda outras abordagens já na região do bairro, mas o motorista, segundo a PM, teria cometido várias infrações de trânsito, como não respeitar sinalização de pare, preferenciais e outras.

Com a visível embriaguez constatada pelos militares, onde o motorista transitava sem respeitar as leis de trânsito e fazia “zig-zag”, os policiais fizeram o acompanhamento tático. A perseguição à tentativa de fuga acabou na rua Almirante Tamandaré, onde o motorista bateu o carro contra um tronco de árvore e capotou. Os policiais estacionaram e deram voz de prisão quando o motorista já deixava o carro.

A prisão, segundo o relato do BO, foi por direção perigosa e posteriormente por constatação de sinais de alteração de capacidade psicomotora (embriaguez). Os policiais precisaram ainda solicitar reforço de outra equipe, pois moradores queriam linchar o motorista. Ele foi conduzido para o Pronto Socorro onde foi atendido pelo médico plantonista Murilo Augusto Maciel - em cumprimento a orientação do judiciário - que constatou fala pastosa, hálito etílico, dificuldade em manter-se em pé, sintomas da embriaguez.

Já na sede da 1ª Companhia da Polícia Militar foi oferecido ao motorista para fazer o teste de etilômetro (bafômetro), mas ele recusou a realizar o teste. Os policiais então realizaram o termo de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora devido a fala confusa, andar cambaleante, olhos avermelhados, odor etílico. Ele foi conduzido para a delegacia local. O carro foi encaminhado para o pátio do 2º Batalhão de Polícia Militar devido as infrações e licenciamento vencido.

#Destaque #Manchete #Geral

Já nos segue nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter e Youtube

Rua Coronel Batista, 595, centro
Jacarezinho-PR - CEP 86400-000

O conteúdo do PortalJNN é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Whatsapp
E-mail

PortalJNN - A informação com ética e credibilidade desde 2007.