Vereadores rejeitam pedido de cassação do prefeito de Jacarezinho

Da Redação


Divulgação / Marcos Junior

O pedido de cassação do prefeito de Jacarezinho Sérgio Eduardo Emygdio de Faria, o Dr. Sérgio (DEM), protocolado na Câmara Municipal no dia 24 foi votado e rejeitado por cinco votos contra três na sessão desta segunda-feira (27).


Os vereadores (pastor) André de Souza Mello, Sidnei Francisquinho (Chiquinho Mecânico) e José Izaias Gomes (Zola) votaram a favor da abertura do processo de cassação.


Os votos contrários à abertura do processo de cassação, foram dos vereadores Diogo Augusto Biato Filho, Edilson da Luz, Luiz Carlos Nascimento, Nilton Aparecido Stein e Patrícia Martoni.

Durante a votação, o vereador Nilton Stein justificou seu voto. "Se as pessoas que entraram com esse pedido, porque que não esperou um pouquinho mais para ver se ele ia pagar mesmo dia 31 ou não? Porque que não esperaram? Porque agir dessa forma senhor presidente? Agir politicamente, não agir pensando nos munícipes, não agir pensando com responsabilidade (SIC), desabafou Stein.


O vereador ainda complementou. "O salário está na conta do pessoal. Se eu abrir o processo aqui, vai ser um processo que depois vou ter que votar contra cassação, então meu voto é não seu presidente (SIC), finalizou.


Ao final da votação, o presidente da casa, vereador Fúlvio Boberg indicou a rejeição da abertura do processo de cassação por cinco votos a três.

"Considerando o resultado da deliberação agora encerrada, informo que a denúncia em face do prefeito Sérgio Eduardo Emygdio de Faria será arquivada restando prejudicada o pedido de cassação do respectivo mandato (SIC)", finalizou o presidente da casa, Fúlvio Boberg.


Entenda o pedido protocolado na sexta-feira (24).


Já nos segue nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter e Youtube

Rua Coronel Batista, 595, centro
Jacarezinho-PR - CEP 86400-000

O conteúdo do PortalJNN é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Whatsapp
E-mail

PortalJNN - A informação com ética e credibilidade desde 2007.